Imprensa

Vast Infraestrutura assina acordo com Petrobras e Transpetro para interligar terminal a Cabiúnas

A Vast Infraestrutura assinou Acordo Prévio com Petrobras e Transpetro para condução de estudo técnicos e de engenharia a fim de viabilizar a futura interligação do seu Terminal de Petróleo, localizado no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), ao Terminal de Cabiúnas, localizado em Macaé (RJ).   A interligação entre os terminais…

9 de março de 2022

A Vast Infraestrutura assinou Acordo Prévio com Petrobras e Transpetro para condução de estudo técnicos e de engenharia a fim de viabilizar a futura interligação do seu Terminal de Petróleo, localizado no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), ao Terminal de Cabiúnas, localizado em Macaé (RJ).

 

A interligação entre os terminais faz parte do plano de expansão de negócios da companhia, que possibilitará o uso do Terminal da Vast Infraestrutura para viabilizar mais uma rota de abastecimento para as refinarias REDUC e REGAP.

 

O projeto se encontra em estágio avançado de desenvolvimento e licenciamento e prevê a construção de até 12 tanques de petróleo, com capacidade total de 5,7M bbl e dois oleodutos que interligarão o Açu ao Terminal de Cabiúnas. Além de ser estratégico para o abastecimento das refinarias no Brasil, possibilitará flexibilidade operacional e eficiência para as operações de exportação, importação e cabotagem de petróleo.

 

“Esse marco reforça o posicionamento da Vast Infraestrutura em prover infraestrutura e soluções logísticas para a movimentação de líquidos no Brasil. Hoje a companhia já é responsável pela movimentação de 30% das exportações de petróleo do país e com esta interconexão ao sistema Petrobras, se tornará uma alternativa importante para o suprimento do parque de refino brasileiro, afirmou Victor Snabaitis Bomfim CEO da Vast Infraestrutura.

 

 

Sobre a Vast Infraestrutura

Operando desde 2016, a Vast Infraestrutura é a proprietária do único terminal privado no Brasil para transbordo de petróleo em águas abrigadas com capacidade para operar navios da classe VLCC (Very Large Crude Carrier), que armazenam até 2 milhões de barris de óleo cru cada. O Terminal possui localização privilegiada, próxima aos principais campos produtores de petróleo das bacias de Campos e de Santos, região onde a produção oriunda do Pré-Sal é predominante.

 

Com 25 metros de profundidade e moderna infraestrutura, o terminal está licenciado para movimentar até 1,2 milhão de barris de petróleo por dia. Além de operações de exportação de petróleo, a Vast Infraestrutura vem também atuando nas operações de apoio à cabotagem para alimentação das refinarias ao longo da costa brasileira.