Imprensa

Aniversário da RPPN Caruara é comemorado com visita especial de grupo escoteiro de São João da Barra

Para marcar a data, crianças e adolescentes do 129º GEMAR participaram do plantio de sementes e de mudas de restinga na unidade de reserva

19 de julho de 2018

Em comemoração aos 6 anos da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Caruara, criada e mantida voluntariamente pelo Porto do Açu, o empreendimento realizou uma festa de aniversário simbólica, com a participação de crianças e adolescentes do grupo escoteiro de São João da Barra. O objetivo da iniciativa foi promover a interação da comunidade com a área de reserva e mostrar a importância da preservação do ecossistema de restinga, típico da região onde vivem.

A visita do grupo começou com o hasteamento da bandeira do Brasil, seguida da apresentação de um vídeo em homenagem à RPPN Caruara e passeio explicativo pelo viveiro de mudas, que abastece a RPPN. Depois de conhecer algumas das 85 espécies produzidas no local, os escoteiros tiveram a oportunidade de “botar a mão na massa”, participando do plantio de sementes e de mudas de restinga na unidade de conservação.

O coordenador de Meio Ambiente da Porto do Açu, Daniel Nascimento, aproveitou a data para comemorar também a aprovação do Plano de Manejo da RPPN pelo Inea, na semana passada. Agora, a Caruara poderá ter seu uso, visitação e preservação ordenados em um plano de gestão. Para Daniel, é fundamental dividir estas conquistas com a população, que deverá estar cada vez mais integrada à área de reserva: “Celebrar o aniversário da RPPN Caruara interagindo com os representantes mais novos da comunidade é uma forma de garantir que a nossa mensagem de preservação e conscientização ambiental seja, aos poucos, disseminada. A unidade é um ativo nosso e de todos do entorno”, ressaltou.

Um dos escoteiros que participou da atividade de plantio foi João Pedro Valiengo, de 10 anos, que prometeu levar para casa tudo o que aprendeu: “Eu achei muito legal fazer o plantio da semente e ver cada etapa de crescimento das mudas. Aprendi que ao ajudar a natureza, a gente também ajuda um ao outro. Vou repassar aos meus pais o que nos ensinaram hoje”, afirmou.

Para concluir a manhã em clima de festa, a visita ainda teve bolo e parabéns, com direito às tradicionais palmas escoteiras. Ritmadas, fortes e típicas de solenidades, elas ecoaram como um agradecimento do grupo pelo dia de aprendizado e contato com a natureza.

RPPN Caruara

A RPPN Caruara, criada em 2012 pelo Porto do Açu, é a maior reserva privada de restinga do Brasil, com aproximadamente quatro mil hectares – o equivalente a quatro mil campos de futebol e a quase metade da área operacional do Complexo Portuário. Na unidade de conservação, são desenvolvidos trabalhos de recomposição vegetal e monitoramento de fauna e flora, com mão de obra local. Hoje, cerca de 40 moradores da região trabalham no espaço. Todas as mudas plantadas na reserva são produzidas em um viveiro instalado no empreendimento, que é dedicado ao ecossistema de restinga e pode produzir até 500 mil mudas por ano. Atualmente, o viveiro produz e maneja 85 espécies e, até agora, mais de um milhão mudas foram produzidas e plantadas na RPPN, sendo algumas espécies encontradas na lista da flora brasileira ameaçada de extinção.