Imprensa

Comitiva do Corpo de Bombeiros do Norte e Noroeste do estado visita Complexo do Porto do Açu

Objetivo foi estreitar relacionamento e trocar experiências para aprimoramento da infraestrutura de respostas a emergências do empreendimento

25 de abril de 2019

Uma comitiva de oficiais do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro esteve, hoje, no Complexo do Porto do Açu, no Norte Fluminense. O grupo foi recebido por representantes da Porto do Açu Operações, empresa que administra o Complexo, e da GNA – Gás Natural Açu, que constrói no empreendimento o maior parque termelétrico a gás natural da América Latina. Durante a visita, cerca de 40 oficiais das unidades dos Bombeiros do Norte e Noroeste do Estado (CBA IV – Norte/Noroeste, 5º GBM – Campos dos Goytacazes e 21º GBM – Itaperuna) fizeram uma visita técnica às instalações do Complexo Portuário, com o objetivo de atualizar o CBMERJ sobre os projetos em construção e operação no Porto e conhecer as necessidades de suporte externo, em caso de emergências.

Segundo o gerente de Relações Institucionais e Responsabilidade Social da Porto do Açu Operações, Caio Cunha, além da oportunidade de apresentar o Complexo aos oficiais, a visita também permite aproximar ambas as partes: “É muito importante para o Complexo do Porto do Açu estreitar o relacionamento com o Corpo de Bombeiros, ainda mais com os oficiais que atuam aqui na região. Para nós, esta visita funciona como uma troca de experiências e uma oportunidade de aprimorar a nossa infraestrutura de respostas a emergências”, ressaltou.

“Esta visita técnica é importante para que a corporação conheça a estrutura do Complexo do Porto do Açu e para que ela esteja ainda mais próxima do empreendimento, a fim de atuar em conjunto e diminuir o tempo-resposta em casos de emergência”, afirmou o coronel Leonardo Couri, comandante dos Bombeiros de Área do Norte e Noroeste Fluminense.

A comitiva percorreu os terminais de Minério de Ferro (Ferroport) e de Petróleo (Açu Petróleo), além das obras da GNA, que estão na fase de implantação da UTE GNA I, projeto térmico a gás natural de 1,3 GW de capacidade instalada, previsto para entrar em operação comercial em 2021. Além da UTE GNA I, a companhia irá construir a UTE GNA II, de 1,7 GW. Juntas, as duas termelétricas somam 3 GW, o suficiente para atender cerca de 14 milhões de residências. Além das térmicas, o projeto ainda compreende um Terminal de Regaseificação de GNL (Gás Natural Liquefeito) de 21 milhões de metros cúbicos/dia e possui licença ambiental para mais que dobrar sua capacidade instalada, podendo chegar a 6,4 GW, o que permitirá o desenvolvimento de projetos termelétricos adicionais no futuro.

O gerente geral de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da GNA, João Teixeira, reforça a importância da relação de proximidade com os Bombeiros: “A visita dos oficinais às nossas obras foi muito positiva. É fundamental que a corporação conheça os empreendimentos e particularidades da GNA e demais empresas do Complexo, no caso de uma eventual situação de emergência. A partir deste encontro, vislumbramos fortalecer ainda mais a parceria com o Corpo de Bombeiros em prol da segurança de todos, que é um de nossos Valores. Não só o empreendimento, mas todas as comunidades próximas à nossa área de atuação ganham com esta parceria”, afirmou.