Imprensa

Empresas do Porto do Açu e Sebrae promovem Rodada de Negócios virtual

Empresas do Porto do Açu e o Sebrae Norte Fluminense promoveram nesta quarta-feira, 16 de junho, um evento virtual para Rodada de Negócios com fornecedores locais. O encontro faz parte da retomada da parceria entre o empreendimento portuário, que é o principal vetor de crescimento no estado do Rio, e…

16 de junho de 2021

Empresas do Porto do Açu e o Sebrae Norte Fluminense promoveram nesta quarta-feira, 16 de junho, um evento virtual para Rodada de Negócios com fornecedores locais. O encontro faz parte da retomada da parceria entre o empreendimento portuário, que é o principal vetor de crescimento no estado do Rio, e a entidade de apoio às microempresas, reforçando o relacionamento entre o complexo e os empresários da região.

O evento contou com a participação de representantes das prefeituras de São João da Barra e Campos, além dos responsáveis pela área de Suprimentos das subsidiárias do Grupo Prumo instaladas no Açu – Porto do Açu Operações, Ferroport, Açu Petróleo e GNA. Os quatro gestores apresentaram as oportunidades de negócios de cada empresa, assim como as perspectivas para os próximos anos.

“O Porto está em constante crescimento e é importante que todo nosso entorno também cresça junto, inclusive fornecedores e empresários locais. Isso trará mais competitividade e atrairá mais negócios para toda a região, fomentando a economia do Norte Fluminense”, disse Thiago Cerqueira, gerente de Suprimentos da Porto do Açu Operações.

A importância da parceria entre o Açu e o Sebrae foi ressaltada no encontro virtual. “O Porto do Açu é um pólo de investimentos na América Latina. Com esta Rodada de Negócios, estamos praticando o adensamento produtivo e gerando negócios para microempreendedores locais”, reforçou Renato Regazzi, da Gerência Sebrae RJ.

Representando a prefeitura de São João da Barra, o subsecretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Marcelino Souza, também comemorou o encontro,observando a importância do evento mesmo durante a pandemia. “Temos muito interesse em desenvolver o fornecedor local. O Porto do Açu comporta cerca de 50% do território municipal. Contamos com a força e atração de negócios do Açu para desenvolver a economia regional”, afirmou.

A fala foi reforçada por outro ente do legislativo municipal, o subsecretário de Petróleo, Gás e Inovação Tecnológica de Campos, Marcelo Neves. “A gente vê com bons olhos o esforço do Sebrae e do Porto do Açu com relação ao conteúdo local. Isso é extremamente salutar para o crescimento dos negócios, geração de emprego e renda”, disse ele.

Hoje, mais de 300 empresas de Campos e São João da Barra já estão cadastradas e prestam serviços ao empreendimento portuário. O caminho para que fornecedores locais possam ter a oportunidade está indicado em cada um dos sites oficiais das empresas subsidiárias. Todos podem ter acesso à ferramenta e realizar o cadastro.