Imprensa

PORTO DO AÇU INSTITUI COMITÊ DE RESPONSABILIDADE SOCIAL E AÇÕES HUMANITÁRIAS DURANTE PANDEMIA

Missão é ajudar no combate à Covid-19 nas cidades de São João da Barra e Campos

15 de abril de 2020

O Porto do Açu entende que a pandemia da Covid-19 é um momento de união e colaboração com a sociedade. Foi com esta motivação que surgiu o Comitê de Responsabilidade Social e Ações Humanitárias do Porto do Açu, criado para discutir e implementar medidas que reforcem a prevenção e o combate ao coronavírus nas cidades de São João da Barra e Campos dos Goytacazes. Fazem parte do grupo a Prumo, a Porto do Açu Operações, a Gás Natural Açu, a Vast Infraestrutura, a BP Prumo e a Ferroport.

O Porto do Açu reconhece que a missão do maior empreendimento da região é proteger seus colaboradores, assim como toda a população de seu entorno. “São ações que extravasam o perímetro portuário e mobilizam colaboradores e parceiros, com o objetivo de mobilizar recursos e ampliar a capacidade de resposta ao novo coronavírus e, com isso, ajudar a salvar vidas em ambos os municípios”, explica Eduardo Kantz, diretor de Sustentabilidade do Grupo Prumo.

As medidas de prevenção e combate à propagação do vírus começaram pela disseminação de informação educativa, simples e acessível, para o maior número de pessoas por meio de redes sociais, rádios locais, aplicativos de celular e motosom.

Um dos destaques das ações do Comitê é o apoio à manutenção corretiva de respiradores mecânicos, em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). Os equipamentos são essenciais em unidades intensivas de saúde, principalmente no combate ao Covid-19. O Porto do Açu já se comprometeu a apoiar financeiramente o conserto de cerca de 36 ventiladores pulmonares, sendo quatro deles já recuperados e em uso pelo sistema público regional.

O apoio aos profissionais de saúde também é uma das prioridades. Mais de mil Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) foram doados para ambos os municípios e novos itens estão sendo adquiridos. O Porto do Açu providenciou a compra de mais 90 mil itens essenciais ao enfrentamento da Covid-19, tais como luvas, máscaras, óculos de proteção e aventais, que serão entregues ainda em abril.

As máscaras, essenciais para evitar a contaminação, também recebem o incentivo em outra frente: com a compra de insumos para a produção de unidades em acetato para os profissionais da saúde, em parceria com o Instituto Federal Fluminense (IFF Campos.

O projeto “Feira no Porto”, idealizado e desenvolvido para fomentar a agricultura local, também se adequou aos tempos de pandemia. A feira, realizada há três anos no interior do porto, adotou o modelo de entregas por encomendas, de forma a manter a renda dos pequenos agricultores. Em momentos de crise, é preciso ter um olhar cuidadoso para os grupos mais vulneráveis.

O Porto do Açu acredita que mitigar os efeitos da pandemia é responsabilidade de todos e está focado em participar ativamente desses esforços.