Imprensa

Porto do Açu participa do Dia Nacional do Campo Limpo e premia alunos da rede municipal

Estudantes concorreram com desenhos e redações com o tema Compartilhando Responsabilidades

23 de agosto de 2018

Cerca de 350 crianças de 16 escolas públicas no Norte Fluminense participaram das comemorações pelo Dia Nacional do Campo Limpo, apoiado pelo Porto do Açu, como parte das ações de Educação Ambiental desenvolvidas pelo empreendimento. A empresa já participou de quatro das 15 edições do Programa de Educação Ambiental desenvolvido pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), em parceria também com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Com o objetivo de contribuir para a formação da consciência dos alunos sobre direitos e deveres ambientais e abordar o descarte correto das embalagens de agrotóxicos, o projeto lançou mais um concurso de desenhos e redações com o tema “Compartilhando Responsabilidades. Comemorando Resultados!” De um total de 96 trabalhos pré-selecionados entre as escolas municipais de São João da Barra, Campos, São José de Ubá e São Francisco de Itabapoana, seis foram premiados, em evento realizado ontem.

Para a coordenadora de Responsabilidade Social da Porto do Açu, Izabel Sousa, o projeto faz com que as crianças adquiram conhecimento sobre as boas práticas ambientais de forma lúdica: “É muito gratificante ver o entusiasmo dos pequenos para aprender sobre conservação do Meio Ambiente e o empenho de cada um deles para elaborar seus trabalhos. Melhor ainda, é ouvi-los dizer que passam adiante tudo o que aprendem sobre o assunto”, afirmou.

A cerimônia de premiação foi realizada na Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Defensivos Agrícolas do INPEV, na localidade de Ribeiro do Amaro, em Campos. Na abertura do evento, um grupo de estudantes da Escola Municipal José Alves Barreto, de São João da Barra, cantou o hino nacional em libras. Em seguida, foram anunciados os trabalhos ganhadores.

O primeiro lugar entre os desenhos foi de Gabrielly Alves, de 10 anos, que representou a comunidade rural e como ela pode contribuir para a conservação ambiental. Entre as redações, o prêmio ficou com Maria Tereza Eugênio, de 10 anos, que escreveu sobre a importância da reflexão de todos sobre o assunto: “Eu estou muito feliz de ter ganhado este concurso. É muito importante que nós cuidemos do Meio Ambiente, porque dependemos dele para sobreviver”, afirmou.

Íris de Barros, de 11 anos, também foi uma das premiadas, e provou que o projeto tem surtido efeito: “Eu procuro conversar em casa sobre o que aprendo na escola. Desta vez, comentei com o meu avô sobre compostagem e como fazer o descarte correto das embalagens de agrotóxicos. Ele disse que está seguindo as minhas dicas”, contou.

Ainda em apoio ao Programa de Educação Ambiental, a Porto do Açu realizará palestra aberta ao público com o tema “Poluição Plástica”. O evento, que incluirá mais duas palestras com foco no ambiente rural, acontecerá amanhã, às 8h30, no câmpus da UFRRJ, em Campos.

O Dia Nacional do Campo Limpo, desenvolvido pelo INPEV, faz parte do Calendário Nacional desde 2008. O Instituto é responsável pela logística reversa de embalagens de defensivos agrícolas no Brasil e é parceira do Porto do Açu em ações como esta.