Imprensa

Prumo divulga mudança de CEO e oferta pública de ações

OPA ainda precisa ser aprovada por autoridades reguladoras; Jose Magela assume presidência da companhia

7 de dezembro de 2015

A Prumo informou hoje, em Fato Relevante ao mercado, que recebeu notificação do acionista controlador da companhia com a intenção de iniciar uma oferta pública (OPA) de aquisição das ações em circulação no mercado da Prumo Logística, assim como o cancelamento do registro junto à CVM e a saída do segmento de listagem especial do Novo Mercado.

Na notificação, o controlador estabelece que o preço máximo oferecido será de R$ 1,15 por ação, pago em reais na data da liquidação financeira da OPA. O montante representa um prêmio de 40% sobre a média ponderada por volume do preço de fechamento das ações da companhia na BM&FBovespa ao longo de um período de 90 dias – com término em 4 de dezembro de 2015 (data do último pregão antes do início da carta).

A realização da OPA estará condicionada, entre outros fatores, às aprovações societárias necessárias, ao deferimento do pedido de registro pelos órgãos reguladores e autorreguladores, como a CVM e a BM&FBOVESPA, à aprovação da OPA por determinados credores da Companhia, e a finalização do laudo de avaliação elaborado por um avaliador independente, não sendo possível assegurar, portanto, que qualquer oferta será realizada, os termos relacionados a tal oferta, ou que o cancelamento de registro da Companhia efetivamente ocorrerá.

Ainda em data a ser definida, o Conselho de Administração da Prumo irá se reunir para (i) indicar 3 instituições que (a) apresentarão propostas para elaboração do laudo de avaliação das ações ordinárias emitidas pela Companhia para a avaliação de seu valor econômico para fins da OPA, e (b) serem incluídas na lista tríplice a ser submetida para consideração dos acionistas da Prumo detentores de ações em circulação, conforme definido pelo Regulamento do Novo Mercado, e (ii) convocar Assembleia Geral da Companhia para que (a) os acionistas detentores das ações em circulação deliberem sobre a contratação de instituição especializada que será responsável pela elaboração do laudo de avaliação das ações de emissão da Companhia, com base na lista tríplice apresentada pelo Conselho de Administração, e (b) deliberem sobre a saída da Companhia do Novo Mercado, a qual estará condicionada a quaisquer termos e condições aplicáveis à OPA.

Novo CEO
A Prumo também divulgou hoje que Jose Magela Bernardes assumiu como Diretor Presidente interino da Companhia. Magela é um executivo sênior do acionista controlador, que tem se envolvido diretamente na operação do Porto do Açu. ​