Histórico

2018

Maio

  • Terminal Multicargas atinge o marco de 1 milhão de toneladas movimentadas em sua história.
  • Açu Petróleo realiza 1ª operação ship-to-ship com navio VLCC.

JANEIRO

Assinatura de contrato com a Petrobras Distribuidora (BR) para fornecimento de combustível para veículos e equipamentos, por meio da instalação e operação de um ponto de abastecimento no Porto do Açu

2017​

DEZEMBRO

  • GNA (Gás Natural Açu) é uma das vencedoras do Leilão de Energia Nova A-6 2017.
  • Assinatura do decreto para criação da Zona de Processamento de Exportação do Açu.

SETEMBRO

Terminal Multicargas recebe o primeiro navio Panamax.

AGOSTO

Acordo de Investimento com a Siemens para desenvolvimento do projeto da UTE GNA 1.

JULHO

  • Assinatura de contrato de parceria com o Porto de Antuérpia Internacional (PAI).
  • Assinatura de contrato de parceria com a GranIHC, sócia da Prumo na DOME, subsidiária criada para prover soluções integradas de logística e serviços para a indústria de O&G.

Junho

  • Assinatura de acordo preliminar com a BP e Siemens, que estabelece as bases para negociação visando a implementação do Açu Gas Hub.

MAIO

  • Assinatura de contrato com a TRX para desenvolvimento e implantação de um Condomínio Logístico e Industrial.

Abril

  • Assinatura de contrato com a Euro Urbanismo para desenvolvimento de um Centro de Conveniência.

2016

OUTUBRO

  • Criação da empresa Dome para oferecer serviços integrados para a indústria de O&G.

Setembro

  • ​​​Início das operações no T-MULT com coque e carga de projeto.

AGOSTO

  • Início das operações no Terminal de Petróleo (T-OIL).

JUNHO

  • Inauguração de três terminais no Porto do Açu: Terminal de Petróleo, Terminal de Combustíveis Marítimos e Terminal Multicargas.
  • Primeira operação com diesel marítimo no Terminal de Combustíveis Marítimos.
  • Assinatura de contrato com a Chevron para utilização da base da Edison Chouest no Porto do Açu.

Abril

Início das operações da Petrobrás na base da Edison Chouest no Porto do Açu.

Janeiro

  • Porto do Açu é o 1º porto do Brasil a ter VTS homologado.

2015

Dezembro

  • A sonda de perfuração semissubmersível de águas profundas ODN Tay IV, que pertence a Odebrecht Óleo e Gás (OOG). A sonda é a primeira a atracar no empreendimento, e representa o início de um novo negócio.
  • Porto do Açu recebe a Licença da Marinha para o VTS (sigla em inglês de Vessel Traffic Service). O porto é o 1º do Brasil a receber a licença. O VTS é um sistema que monitora ativamente o tráfego aquaviário, melhorando a segurança e eficiência na movimentação de embarcações.

SETEMBRO

  • Primeira operação de bauxita no Terminal Multicargas (T-MULT), com o carregamento do navio Turquoise Ocean, com 30 mil toneladas de bauxita.

JULHO

  • Recebimento da 1º carga de bauxita no Porto do Açu.

MAIO

  • Assinatura de contrato com a incorporadora carioca Inter Rio para a instalação de um hotel no Complexo Industrial do Porto do Açu.

2014

DEZEMBRO

  • Obtenção da Carta Náutica para os terminais 1 e 2. O documento fornece informações hidrográficas do porto como profundidade, boias de sinalização determinando o canal de acesso, fundeadouros, rosa dos ventos, entre outros.
  • Assinatura de contrato com a Marca Ambiental para instalação de um centro para prestação de serviços de coleta, tratamento e disposição de resíduos em geral.

NOVEMBRO

  • Primeira operação do Terminal 2 (T2), com o navio Happy Dynamic, do tipo Heavy Lift, atracando no cais da fábrica do cliente NOV.

OUTUBRO

  • Início de operação do Terminal 1 (T1), com o embarque de 80 mil toneladas de minério de ferro no navio “Key Light”.

Agosto

  • Chegada ao Porto do Açu da primeira polpa de minério bombeada por meio do mineroduto de 529 km e provenientes da mina e da planta de beneficiamento, da Anglo American, em Minas Gerais.

Junho

  • Inauguração de uma base de controle, prevenção e fiscalização de possíveis derramamentos de óleo no mar par atender aos clientes. Instalada ao lado do Centro de Controle Operacional do Tráfego Marítimo (CCOTM), localizado no Terminal 2.

ABRIL

  • Assinatura de contrato com a empresa americana Edison Chouest, para instalação de uma base de apoio logístico offshore e estaleiro de reparos navais para suas próprias embarcações no Porto do Açu.

2013

MARÇO

  • Parceria assinada com a BP para construir o terminal de combustíveis marítimos.

FEVEREIRO

  • Contrato comercial assinado com a Wärtsilä.

2012

DEZEMBRO

  • Assinatura de contrato com Vallourec para instalação de uma base logística no Porto do Açu.

MAIO

  • Criação da Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Caruara, a maior de restinga do país, com 3.845 hectares.

JANEIRO

  • Início da construção do quebra-mar do Terminal 2 (T2), terminal onshore do Porto do Açu.

2011

DEZEMBRO

  • Assinatura de contrato com a InterMoor para instalação no Porto do Açu de uma unidade que oferecerá apoio logístico e serviços especializados à indústria de óleo e gás.

NOVEMBRO

  • Assinatura de contrato com a Technip Brasil para a instalação de uma unidade de produção de tubos flexíveis utilizados na indústria offshore de Petróleo e Gás no Porto do Açu.

OUTUBRO

  • Assinatura de contrato com a NKT Flexibles (adquirida pela NOV) para a instalação de uma unidade de produção de tubos flexíveis para apoio a indústria offshore no Terminal 2 (T2).
  • Concluída a produção do primeiro bloco de concreto flutuante utilizado na construção do quebra-mar do Porto do Açu.

JUNHO

  • Autorização da ANP para construir unidade de tancagem e tratamento de petróleo (UTP) no Porto do Açu.
  • Início da construção do canal onshore do Terminal 2 (T2), que conta no total com 6,5 km, 300 extensão e profundidade de até 14,5 metros.

2010

DEZEMBRO

  • Marinha do Brasil emite autorização para o desenvolvimento do canal onshore no Terminal 2 (T2) do Porto do Açu.

2007

OUTUBRO

  • Início da construção do Porto do Açu, em São João da Barra (RJ).